A HORTA

A horta é um instrumento pedagógico que auxilia os educadores na tarefa de conscientizar as crianças e os adolescentes quanto à necessidade de práticas alimentares mais saudáveis. Esse instrumento pode ainda fortalecer as diversas culturas regionais de um país, além de valorizar as possibilidades de aproveitamento integral dos alimentos consumidos.

Ao trabalhar com a horta escolar, vários objetivos podem ser atingidos como:

  • Melhorar a educação dos escolares mediante uma aprendizagem ativa e integrada a um plano de estudos de conhecimentos teóricos e práticos sobre diversos conteúdos;
  • Produzir verduras e legumes frescos e de baixo custo, enriquecendo nutricionalmente a alimentação escolar (Para isso basta que as hortaliças sejam plantadas e cuidadas com carinho e dedicação);
  • Proporcionar aos escolares experiências de práticas ecológicas para a produção de alimentos, de tal forma, que possam transmiti-las a seus familiares e, conseqüentemente, aplicá-las em hortas caseiras ou comunitárias;
  • Melhorar a nutrição dos escolares complementando os programas de alimentação escolar com alimentos frescos, ricos em vitaminas, minerais e fibras alimentares e sem contaminação por agrotóxicos.

Além de todos os aspectos educacionais abordados com a horta escolar, é importante que o aluno seja incentivado a valorizar a horta e que aprenda também a consumir as hortaliças produzidas. Os estudantes podem aprender a prepará-las de forma criativa e ser informado sobre seu valor nutritivo, ao participar do seu preparo, demonstrando satisfação ao consumir o que ajudou a cultivar. A existência de hortas nas escolas é importante para enriquecer a alimentação, ajudar na mudança de hábitos alimentares, e despertar o interesse dos alunos pela natureza.

Toda a comunidade escolar pode contribuir com a horta. Essas pessoas são necessárias e desempenham importante função na implementação, conservação, e manutenção da horta. Vale ressaltar que, no período de recesso e férias escolares, a comunidade do entorno da escola (pais de alunos e servidores municipais) poderá disponibilizar um tempo a fim de cuidar da horta, para que essa não acabe durante esse período. Quanto maior for o envolvimento da comunidade, maior será seu comprometimento com a qualidade e permanência da horta na escola. Por este motivo, é fundamental que se convide toda a comunidade escolar para participar das atividades que envolvem a horta, para que esses se sensibilizem e sintam-se responsáveis pela manutenção da horta na escola. Promover a participação dessas pessoas, por exemplo: na celebração do plantio do primeiro canteiro; na realização da festa da colheita, entre outras ações.

A horta, como estratégia de aprendizagem, propicia que os alunos construam conhecimentos e habilidades que lhes permitam produzir, descobrir, selecionar e consumir os alimentos de forma adequada, saudável e segura, contribuindo com a inserção de mais legumes e verduras na alimentação escolar e familiar.

Referencias bibliográficas

Mapeamento do processo: implantação e implementação do projeto Educando com a Horta Escolar. 2010

Caderno Educação: Educando com a Horta. MEC 2007

Caderno 2: Orientações para Implantação e Implementação da Horta Escolar. MEC. 2007

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s